top of page
  • Felipe Oliveira

Por que criei a Plantadigital?

Atualizado: 7 de fev. de 2023

Olá, meu nome é Felipe Oliveira e sou fundador da Plantadigital.


Quero usar essa publicação para compartilhar o motivo de ter criado esse projeto e, em especial, para contextualizar leitoras e leitores sobre a importância de se ter um mercado vegano forte e vibrante no Brasil.


A missão da PlantaDigital é oferecer o apoio necessário para que o mercado vegano e livre de crueldade animal cresça o mais rápido possível e atinja o maior número de pessoas, de maneira robusta, ética, estruturada e profissional.


Por que isso é importante?


Um mercado vegano pujante é importante porque bilhões de vidas estão em jogo:

  • Centenas de milhões de animais terrestres e marinhos são abatidos todos os anos para produzir alimento e produtos para consumo. O Brasil é um dos maiores abatedores de animais do mundo.

  • Boa parte dos animais em cativeiro para produção de alimentos são mantidos em situação de grande sofrimento físico, psicológico e emocional.

  • Centenas de milhões de animais ainda são utilizados para pesquisa no desenvolvimento de medicamentos, produtos de higiene e cosméticos. Em grande parte dos casos, há alternativas viáveis e mais eficazes de pesquisa sem necessidade de uso animal.

  • Bilhões de seres vivos humanos e não-humanos sofrem diariamente com os efeitos da crise climática, sendo um de seus principais causadores o sistema agroindustrial e de pecuária.

  • O consumo excessivo de carne e produtos de origem animal é um dos principais fatores para desenvolvimento de doenças cardíacas, diabetes e tantas outras que matam milhões de pessoas todos os anos.

  • O uso de animais para entretenimento e em eventos culturais, onde se causa gigantesco sofrimento a esses seres, ainda é muito difundido no Brasil.

Esses são apenas alguns dos pontos que mostram um pouco do problema de mantermos as coisas do jeito que estão.


planeta B
Não há planeta B

Um planeta com 8, 10, 12 bilhões de pessoas consumindo produtos de origem animal na proporção de uma pessoa ocidental média significa o total esgotamento das áreas aráveis disponíveis, destruição em massa de florestas e de vida no oceano, uma catástrofe climática de proporções inimagináveis e, principalmente, um sofrimento animal gigantesco.


Para evitar esse cenário futuro e, sobretudo, transformar o cenário atual, há somente duas alternativas possíveis: ou revolucionamos todo o sistema de produção vigente ou os hábitos de consumo precisam mudar em escala global rapidamente.


Uma revolução do sistema de produção é possível, em teoria, mas improvável na prática. Demandaria uma escala astronômica de colaboração e esforço conjunto entre bilhões de seres humanos em todo o planeta. E teria como inimigo o sistema mais rico, poderoso e influente já construído na história da humanidade.


colaboração
Colaboração em escala global contra o sistema mais rico e poderoso da história é possível?

Considerando esses fatores, acreditamos que focar esforços para mudar hábitos parece ser, neste momento, um caminho aparentemente lógico, mas nem por isso fácil ou simples.


Para a mudança de hábito de consumo acontecer na escala e velocidade necessárias é preciso que haja oferta de produtos e serviços sem origem animal com qualidade, a preços acessíveis, com alta distribuição e que as pessoas realmente queiram consumir.


Muito se avançou nesse caminho, em especial na última década, mas mal demos o 2o passo nessa trilha.


A trilha é muuuito longa e corremos contra o relógio.

Trilha 2
A trilha é muito longa!

Foi por isso que criei a PlantaDigital. Para ajudar todas as pessoas que já estão nessa trilha a caminharem mais e mais rápido e também para engajar e atrair as pessoas que ainda não estão na trilha a fazerem parte dela.


É a maneira que encontrei de fazer a minha parte. Porque muito mais ainda tem de ser feito para poder salvar vidas humanas e não-humanas, hoje e amanhã.


O que fazemos


Ok, entendido um pouco a dimensão do problema e um possível caminho para a solução, como a Plantamidia atua para acelerar o desenvolvimento do mercado sem origem animal?


Fazemos duas coisas:

  1. Pesquisa e produção de conteúdo

  2. Apoio e assessoria


Pesquisa e produção de conteúdo


O primeiro, e principal, trabalho que fazemos é pesquisar e divulgar conteúdo de altíssima qualidade sobre as tendências do mercado vegano e livre de crueldade animal no Brasil.


O objetivo é que pessoas de diferentes segmentos e áreas, como profissionais, investidores, empreendedores, consumidores e comunicadores, fiquem por dentro do que está acontecendo nesse mercado: tecnologias, movimentações, tendências de consumo e de comportamento.


O acesso a informação imparcial de qualidade é crucial para embasar ideias, debates, trocas de experiências e, principalmente, ações.


Nosso primeiro projeto é uma newsletter semanal, chamada PulsoV, que trará, a cada edição, uma análise sobre um tema ou tendência específica do mercado.


A ideia é que o conteúdo seja aprofundado, acessível e, sobretudo, acionável. Cada edição trará tendências concretas, oportunidades, pessoas que estão fazendo trabalhos interessantes no tema proposto e ações que as leitoras e leitores podem realizar de fato.


A primeira edição da newsletter está quase finalizada, e você pode recebê-la no seu email assim que ela for publicada. É só se cadastrar abaixo:


O segundo projeto são as publicações em nosso site e redes sociais (instagram, linkedin e facebook).


Essas publicações terão uma abordagem mais ampla sobre o mercado e tendências, contendo entrevistas, postagem de pessoas e organizações parceiras, listas, indicações e outros conteúdos.


Temos a intenção, por meio das publicações em site e redes sociais, de chegar também ao público de consumidores.


Muitos consumidores e consumidoras buscam informações com credibilidade e relevância para sustentar seus hábitos de consumo. Queremos ser um dos canais que essas pessoas podem acessar e utilizar como referência.



Apoio e assessoria


Sabemos por experiência própria que empreender, criar produtos e serviços, estabelecer relacionamentos e se manter atualizado sobre as novidades de mercado não são tarefas fáceis. Longe disso!


São trabalhos que envolvem dedicação, recursos, tempo, disciplina, conexões e muita resiliência.


Nosso objetivo é oferecer o suporte necessário para que pessoas, empresas e organizações possam desenvolver e efetivamente levar a mercado produtos, serviços e soluções sem origem animal de maneira ampla.


Há interesse por parte dos consumidores.


Há cada vez mais o entendimento, por parte da população, do impacto negativo que o consumo de produtos de origem animal implica na saúde, no meio-ambiente e na vida de bilhões de seres vivos sencientes.


Há cada vez mais fornecedores, prestadores de serviço, comunicadores e influenciadores que já atuam nesse mercado.


É cada vez mais fácil desenvolver, divulgar e levar a mercado um produto ou serviço vegano. O papel da PlantaDigital é ajudar a concretizar esse objetivo.


Quem atendemos:

  • Empreendedores que querem atuar ou já atuam no mercado;

  • Empresas de médio e grande porte que querem atuar no mercado ou que estão lançando linha de produtos ou serviços veganos e livres de crueldade;

  • Investidores institucionais ou pessoas que querem investir no mercado.

Que tipo de apoio oferecemos:

  • Abertura e regularização de empresa

  • Construção de marca e identidade visual

  • Construção e revitalização de site institucional e loja virtual

  • Pesquisa de hábitos de consumo e comportamento

  • Desenvolvimento de parcerias, fornecedores e network

  • Planejamento e realização de campanhas de marketing e divulgação

  • Desenvolvimento de relacionamento com influenciadores

  • Fundraising e levantamento de capital

  • Análise de mercado e startups para investimento

  • Relacionamento com empreendedores e co-investidores

Interessou?


Ficou interessada(o) em nossas pesquisas e conteúdo?

Assine nossa newsletter e acesse nossas publicações no site e nas redes sociais.

E, é claro, divulgue para outras pessoas!


Empreende, ou quer empreender, e está buscando apoio para seu negócio ou ideia de negócio? (mesmo que não tenha uma ideia pronta)

Envie um email para nós em plantadigitalbr@gmail.com contando sobre seu caso ou entre em contato pelas redes sociais.


Sua empresa quer desenvolver produtos, serviços ou alternativas veganas?

Envie um email para nós em plantadigitalbr@gmail.com contando sobre seu caso ou entre em contato pelas redes sociais.


É investidor(a) e tem interesse em investir em um dos mercados que mais cresce no mundo?

Envie um email para nós em plantadigitalbr@gmail.com contando sobre seu caso ou entre em contato pelas redes sociais.


Próximos passos


E por fim, o mais importante de tudo: consuma menos produtos de origem animal.


Existem diversas alternativas disponíveis que são tão ou mais gostosas e que cumprem a mesma função sem causar sofrimento algum.


Se for muito difícil, é possível começar gradualmente, retirando esses produtos apenas um dia por semana e ir se acostumando passo a passo.


Vale a pena conhecer a iniciativa Segunda Sem Carne.


Aprender a cozinhar pratos veganos é uma ótima maneira de se alimentar melhor, ter uma atividade que pode ser compartilhada com pessoas queridas e ainda virar um hobby. Há diversos canais e sites especializados em receitas veganas deliciosas.


Falo por experiência própria. Aprendi a cozinhar depois que virei vegano e desde então minha alimentação e minha saúde melhoraram consideravelmente.


Outras ações possíveis que fazem grande diferença:

  • Deixe de comprar roupas e vestuário de couro, lã e pele animal.

  • Vai comer fora de casa? Experimente um restaurante, cafeteria ou lanchonete vegana. Você pode se surpreender!

  • Leia os rótulos dos produtos e veja se há origem animal. Em muitos casos é possível substituir por versões livres de crueldade facilmente.

  • Diminua o consumo de ovos e leite animal. São industrias que causam enorme sofrimento aos animais.

  • Quer um pet para alegrar a vida? Adote, não compre.

  • Apoie organizações que atuam na causa animal, principalmente as que trabalham na defesa de animais de produção.

  • Leia sobre temas como libertação animal e veja documentários sobre a realidade da produção industrial de carnes, peixes, ovos, leite e outros.

Qualquer iniciativa conta.


Lembre da trilha e lembre que o importante é estar nela, nem que seja dando apenas o primeiro passo.


Nos vemos na trilha por aí!

Comments


Assine gratuitamente a nossa newsletter sobre o mercado ético e livre de crueldade.

bottom of page